Como começar a vender pela internet?

Você sabe que quer vender pela internet, mas por onde começar?

Talvez, você já tenha uma loja física e sonhe em aumentar seu alcance para todo o País. É provável que você tenha uma ideia boa de produto e esteja apenas começando. Ou, ainda, faça revendas e ache que a internet seja o melhor lugar para encontrar compradores, através das vendas online.

Seja qual for o motivo para querer começar suas vendas online, o comércio eletrônico oferece grandes oportunidades para qualquer pessoa com um bom negócio.

Nosso guia rápido para o mundo das vendas online mostrará por onde começar e como fazer isso!

Etapa 1 — Escolhendo o que vender pela internet

A maioria das pessoas começa pensando nos produtos que podem vender pela Web e partem desse pressuposto. 

Primeiramente, escolher o que vender pela internet é, sem dúvida, a decisão mais importante que você tomará, pois determinará a demanda pelo seu produto, o preço, a competição de mercado, as vendas e o marketing.

Também é uma das decisões mais difíceis. Dos bilhões de produtos que existem (ou que podem ser criados), como saber qual vender pela internet? Em geral, você pode ganhar mais clareza respondendo as seguintes perguntas:

  • Você pode lucrar com esse produto? Não se esqueça de levar em consideração itens como matéria-prima (ou despesas de aquisição), frete, embalagem e taxas de mercado.
  • Há uma demanda razoável para o produto? Um dos erros comuns que os novos vendedores cometem é mergulhar na venda de um determinado produto sem verificar a demanda. Portanto, não seja aquela pessoa com uma garagem cheia de coisas que você não pode vender! Entenda quem é o seu público-alvo.
  • A competição é muito intensa? A concorrência pode realmente reduzir seus lucros, principalmente quando não há demanda suficiente, por exemplo. 

Etapa 2 — Encontrando fornecedores

Independentemente se você fabricará seu próprio produto ou não, é preciso encontrar um fornecedor confiável, seja de matéria-prima, embalagens ou produtos finais.

Essa é provavelmente uma das partes mais importantes das vendas online e vêm com uma série de desafios a serem enfrentados — então, tome cuidado! O fornecedor é um dos seus parceiros de negócios mais importantes e você quer ter certeza de escolher o certo.

A dica mais valiosa é: pesquise! Procure nos mecanismos de busca online, veja sites, espie até mesmo as redes sociais. Aqui, vale também investigar o bom e velho marketing boca a boca. Solicite recomendações para pessoas do mesmo setor e confira opiniões, avaliações e depoimentos.

Etapa 3 — Configurando seu negócio

Agora, você tem todos os ingredientes para lançar seu negócio online e precisa tornar tudo oficial. Para ter certeza de que você está começando com o pé direito, aqui estão as três estratégias principais que você deve considerar ao abrir sua empresa:

  • Escolha do nome da empresa: certifique-se de que seja algo que você se sinta confortável para transmitir por meio de seus canais sociais e pessoalmente. Escolha um título original e confira se o nome de domínio ainda está disponível.
  • Registrando sua empresa: para começar, você pode fazer o registro como Microempreendedor Individual (MEI), se atender aos requisitos. O processo é bem simples e não precisa da ajuda de um contador. Você pode acessar o Portal do MEI clicando aqui.
  • Definindo missão, valores, objetivos e personas: colocar em palavras tudo o que você pensa e deseja para o seu negócio é essencial para entender a fundo sua empresa.
  • Criando a identidade visual: ter um logotipo, paleta de cores, fontes e um estilo visual ajudará a dar forma e personalidade ao seu negócio.

Etapa 4 — Escolhendo as ferramentas para suas vendas online

Agora que você sabe o que está vendendo, tem a sua marca e sua empresa está legalmente configurada, é hora de escolher onde deseja implantar suas vendas online. Existem muitas opções, mas como saber qual é a melhor para você?

Atualmente, é muito fácil ter sua própria loja online e não depender somente dos marketplaces. Cada plataforma tem suas características e recursos. Logo, vale a pena pesquisar para decidir qual se encaixa melhor no seu negócio e na sua realidade.

Veja o que procurar em uma solução de loja virtual:

  • Quais taxas você tem que pagar? Cada taxa impacta suas margens de lucro. Portanto, faça os cálculos para ver quanto custará a plataforma. Além disso, existem opções gratuitas que podem te auxiliar a minimizar seus custos.
  • Quão confiável é a plataforma? Você tem certeza de que a plataforma existirá daqui a dez anos? É difícil saber! Todavia, se você construir seu negócio e base de clientes em uma plataforma específica, você quer ter certeza de que oferecerá solidez. Portanto, uma dica é ver se ela já existe há vários anos.
  • Quais recursos essa plataforma me oferece? Algumas plataformas, por meio de materiais educativos, o apoiarão durante toda sua jornada e facilitarão a montagem e manutenção da loja, mesmo que você não seja um expert nisso. Portanto, procure saber sobre os recursos, conteúdo de apoio e diferenciais das suas opções.
  • Quais opções de layout vou ter? É importante ter uma loja atraente e funcional. Dessa forma, veja como a plataforma mostrará o seu negócio.
  • Quais meios de pagamento a plataforma oferece? Algumas plataformas têm parcerias com sistemas ou aplicativos de pagamento. Outras oferecem suporte somente a determinados tipos de pagamento. 

Um bom exemplo de plataforma é a Loja Integrada, que conta com mais de um milhão e meio de lojas online, inúmeras integrações com recursos diversos, muito conteúdo de instrução para o lojista e diferentes planos, incluindo um gratuito para sempre.

Etapa 5 — Estratégias de marketing para suas vendas online (como fazer sua primeira venda)

Parabéns! Sua loja online está pronta. Portanto, agora, você precisa atrair clientes para seu site. É aqui que entra sua estratégia de marketing. Você não pode simplesmente sentar e esperar que o dinheiro comece a entrar. Vamos colocar a mão na massa!

Há vários fatores que você precisa considerar:

  • SEO de qualidade em suas listagens: as palavras que você usa para vender seus produtos devem mostrar os benefícios para seus clientes. Portanto, injete personalidade em seu site e pense na sua estratégia de Otimização para mecanismos de busca (SEO) para obter um bom posicionamento e visibilidade no Google.
  • Imagens de boa qualidade: é surpreendente quantas pessoas decidem comprar algo com base em uma foto. Dessa forma, certifique-se de que suas imagens sejam de alta qualidade e mostrem o produto em todos os ângulos. Inclua uma imagem em escala e destaque características importantes.
  • Definição de canais: selecione os canais nos quais você oferecerá atendimento ao cliente, como chat, e-mail, WhatsApp e redes sociais. Contudo, lembre-se de que qualidade é melhor do que quantidade! Portanto, defina com base na sua capacidade de responder à demanda com atenção e cuidado.
  • Uma estratégia de marketing: você deve ter um plano de como promover sua empresa fora da plataforma escolhida, de modo que possa atrair mais clientes para seu site e fazer mais vendas. Isso pode incluir métodos de marketing pagos, como anúncios no Google Ads, e orgânicos, como conteúdos em redes sociais, blogs etc.
  • Peça avaliações aos clientes: as avaliações ajudam na confiabilidade da sua loja e podem ajudar a converter novos visitantes que ainda não conhecem a sua marca ou um produto.

Quer saber mais sobre como otimizar a gestão da sua empresa? Confira as outras matérias no blog do Estímulo 2020!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.